Alimentação na muda

Em Portugal, quando em meados de Junho, termina a criação, começamos por ver algumas penas no chão do canaril. Temos o início da muda.

Nesta fase as temperaturas a noite chegam aos 18/20º e durante do dia aos 30/32º e aqui devemos ter muito cuidado com as sementes que ficam nos bebedouros, e principalmente as sementes germinadas, que começam a azedar.

Á que ter em conta o calor, que activa a fermentação das sementes e desenvolvimento de certas bactérias.

As aves quando se alimentam e bebem, por vezes deixam cair cascas e outros resíduos nos bebedouros e até mesmos quando fazem a limpeza vão deixar dejectos nos comedouros e bebedouros.

Se não tivermos cuidado em mudar a água todos os dias, acabam por aparecer as algas nos bebedouros, que deixam os bebedouros com verde nas paredes interiores.

Para vencermos esta fase difícil na vida de um canário, devemos fornecer uma boa alimentação, rica em proteínas ajudando na formação das novas penas, as vitaminas e sais minerais são substâncias importantes para ajudar o crescimento das novas penas.

As proteínas devem estar presentes nas papas, costumo dar a papa da Dolce-Forno, húmida neutra, na generalidade e aos vermelhos dou para corante, vende-se em qualquer PetShop, e em alguns tipos de sementes, a perilha, nabo, linhaça, níger, cânhamo.

As vitaminas podem ser administradas em pó ou líquido, eu dou em liquido (a venda em farmácias e lojas de animais), dou também maçã 2 vezes por semana. Ajuda também as aves evitar a prisão de ventre.

1 vez por semana costumo dar o Complexo B, outras vezes dou Anima-Strath, vitamina natural que não faz nenhum mal.

Tendo em conta que também tenho aves de factor vermelho, satinés, negros e castanhos dou semanalmente Colina ou chá boldo (para limpeza do fígado) e Liviferm (Probiótico).
Se a ave fizer uma boa muda, teremos mais possibilidades de enviar as aves a concursos e obter uma classificaçãozinha.

 

Sérgio Silva

www.canariosdosilva.com